Graça

A Graça é um bairro histórico que fica situado na Colina de Santo André, a colina mais alta da cidade de Lisboa. A Graça tem uma grande variedade de edifícios, murais de arte urbana, ruas, largos, jardins, vilas operárias, miradouros e palácios. Nas ruas da Graça é possível observar o movimento constante das pessoas, dos elétricos (o famoso 28 passa por aqui), dos tuck-tuck, dos transportes públicos e dos automóveis.

A Graça é um dos bairros mais típicos de Lisboa, onde se sente o que é ser lisboeta, onde se obtém das vistas mais fantásticas de toda a cidade, local onde podemos provar a gastronomia portuguesa num dos muitos restaurantes existentes. É um bairro cheio de vida própria com inúmeras lojas, cafés, pastelarias, padarias, peixarias. A caminhar podemos encontrar grande variedade de atrações e comércio no bairro da Graça, sem precisar de um meio de transporte. É tudo perto neste bairro, a Graça está próxima de Alfama, próxima do Castelo de São Jorge, próxima da Feira da Ladra... É uma aldeia dentro da cidade em que todas as pessoas se cumprimentam e conhece e, sempre que é necessário, colaboram nas mais variadas tarefas do di quotidiano. O bairro da Graça tem sido muito reabilitada ultimamente, o que tem trazido novos moradores, nacionais e estrangeiros nos últimos anos. É um bairro seguro e tranquilo.

A Graça é administrada pela Junta de Freguesia de São Vicente.

Locais a visitar no bairro da Graça

  • Miradouro Sophia de Mello Breyner Andersen
  • Calçada da Graça
  • Convento da Graça
  • Miradouro da Senhora do Monte
  • Cine Royal (atual supermercado Pingo Doce)
  • Igreja da Graça
  • Largo da Graça
  • Voz do Operário
  • Teatro da Graça
  • Bairro da Estrela de Ouro
  • Capela de Nossa Senhora da Glória
  • Capela de Santa Verónica
  • Convento das Mónicas
  • Escola Secundária Gil Vicente
  • Jardim Augusto Gil
  • Jardim do Convento da Graça
  • Palácio dos Senhores da Trofa
  • Palácio Figueira
  • Reservatório da Verónica
  • Quartel Sapadores
  • Vila Berta
  • Vila Sousa

História do bairro da Graça

A Graça foi o local escolhido pelo primeiro rei de Portugal Dom Afonso Henriques para preparar a conquista de Lisboa em 1147. Era neste bairro que se encontrava o cemitério árabe que mais tarde foi aproveitado para a construção de dois conventos: um doado aos monges de São Vicente e outro aos monges de Santo Agostinho. Os dois conventos foram dedicados a Nossa Senhora da Graça. Os palácios da Graça foram construídos entre o século XVI e o século XVIII. A Graça era uma zona rural até ao Terramoto de Lisboa de 1 de Novembro de 1755, tendo resistido apenas o Convento dos Agostinhos. O bairro da Graça começou a tomar a forma atual, a partir do século XIX, com a construção do Largo da Graça e da Calçada da Graça. O bairro da Graça perdeu as características rurais a partir da construção da Estação de Comboios de Santa Apolónia, que fez com que surgissem novas moradores, nomeadamente operários e empresários ligados à indústria.

Localização da Freguesia de São Vicente (Graça) no mapa de Lisboa

O bairro do Graça fica situado perto de...

Castelo, Alfama e Mouraria. Distância de poucos minutos a caminhar